terça-feira, 17 de maio de 2011

Comentários.....

É sempre muito bom receber comentários de meus leitores.Porém,há uma infinidade de pedidos de ajuda que não tenho como atender,pois as pessoas se esquecem de mandar o e-mail para resposta.Como na maioria dos casos,o assunto é sempre muito pessoal,não há como mandar a resposta por aqui,assim sendo,por favor,me mandem o e-mail para que eu possa responder,ok?
Bjs carinhosos á todos os leitores e seguidores.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Nossa eterna gratidão.....


Há alguns meses atras,tivemos aqui em nosso Centro uma notícia que se por um lado foi bom,por outro foi ruim.
Após 30 anos de plena dedicação,dona Padilha nos comunicou que,por méritos devido á seus trabalhos e de sua caridade,alcançou a tão almejada evolução espiritual.
Isso significa que não mais precisará trabalhar na linha de pomba gira,terá á partir de agora outras missões,e assim galgar mais um pequeno degrau na imensa escala da evolução espiritual.
Com toda certeza,e agora mais do que nunca,continuaremos á publicar aqui neste blog,os incontáveis e maravilhosos trabalhos desta entidade querida.Aliás,trabalhos estes que permitiram que ela auxiliasse e desse esperanças á quem ja não tinha mais nenhuma;trouxesse soluções á problemas tidos como insolúveis,acalentasse corações sem nenhum acalanto,fizesse brotar um sorriso em rostos marcados pela dor e pelo sofrimento.
Todos nós,do Centro Espírita Vovó Cambinda,estamos nos sentindo meio órfãos,mas ao mesmo tempo,felizes por termos auxiliado á nossa querida Padilha,moça faceira com jeito de moleca,á conseguir se libertar deste pesado e cansativo carma.Nos resta a certeza que aonde quer que esteja,todos nós,membros do corpo mediúnico,e frequentadores de nosso centro,teremos sempre a proteção desta que foi e sempre será nossa eterna,linda e carismática guardiã.
Salve a mais sincera,sábia e inesquecível Maria Padilha das Almas.

Esclarecimento para Valesca....

Vários e-mails me são endereçados,com uma dúvida,que acredito,seja comum á todas as pessoa que fazem algum feitiço ou trabalho para deixar um homem impotente.
Vamos lá:quando se faz um trabalho dessa natureza,com certeza é sempre á pedido de alguem.Pois bem,no momento da execução,o nome dessa pessoa é colocado num prato,com mel e rosas.Assim,o homem ficará impotente para todas as mulheres,com exeção daquela cujo nome esta preservado no prato com mel.Sendo assim,no caso de um homem que seja casado,o nome da esposa será resguardado,ele só se manterá potente somente para ela.Deu para entender?Caso reste alguma dúvida,me escreva.
Um grande abraço,

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Trabalho para separar duas pessoas.



Quem conhece dona Padilha,está muito acostumado á vê-la fazer as amarrações mais perfeitas já vistas.Mas,nem sempre é assim,tudo que pode ser unido,pode ser separado.Caso voce esteja precisando de uma mãozinha para separar alguém,pegue papel e caneta e anote.Pronto? então vamos lá.Voce vai precisar de duas velas brancas do mesmo tamanho,um tubo de linha preta,um alguidá de barro número 1,um pouco de enxofre,um pouco de farinha de mandioca,um pouco de azeite de dendê,uma champanhe, sete cigarrilhas e duas pétalas de rosa vermelha.Como fazer:Vá até o cruzeiro de um cemitério ao meio dia em ponto.Escreva o nome de cada pessoa que quer separar em cada pétala.Coloque uma pétala dentro do alguidá e outra em baixo do mesmo.Coloque o enxofre,a farinha e o dendê dentro do alguidá.Escreva os nomes das pessoas em cada vela,em sentido contrário,(um de baixo para cima e outro de cima para baixo).Pegue a linha preta e enrole em torno das velas,até o fim.Coloque as velas de pé dentro do alguidá,bem no centro.Acenda as velas e peça á Maria Padilha,que assim como a fogo vai queimar a linha e separar as velas,também queime e separe (o amor ou amizade)de fulano e fulana.Abra a champanhe,coloque um pouco na taça,acenda as sete cigarrilhas e ofereça á ela.Essa é mais uma das artimanhas de dona Padilha.

domingo, 5 de abril de 2009

Como calar a boca dos inimigos.


Quem de nós,pelos menos uma vez na vida,já não foi vítima de alguma calúnia,ou simplesmente viu seu nome envolvido em algo ruim?Um dos clientes mais antigos de dona Padilha,se viu nessa situação,e não pensou duas vezes:pediu socorro á ela.Foi feito um trabalho para calar a boca das pessoas que o estavam caluniando.O resultado foi ótimo.Por isso estou aqui,pronta para ensinar á quem quizer aprender como fazer.Vamos precisar de sete pimentas malaguetas secas,um punhado de cominho,o nome de quem se quer calar,uma língua de boi,vinte e uma agulhas virgens e um alguidá.Primeiro soque bem o nome,as pimentas e o cominho até virar pó.Abra a língua no sentido vertical.Coloque o pó dentro da lingua e espete as agulhas.Coloque no alguidá e leve até o portão de um cemitério.Isso só poderá ser feito numa segunda feira,ao meio dia em ponto.Com a sua fé e uma mãozinha de dona Padilha,garanto que seus inimigos nunca mais falarão mal de voce.Êta moça danada!

Oferenda para Maria Padilha.


Recebi um e-mail de uma leitora no qual ela me perguntava o que poderia fazer para agradecer á dona Padilha por ter um pedido atendido.A melhor maneira de fazer isso,é com uma oferenda no cruzeiro do cemitério.Para isso voce vai precisar de um alguidá número 7,sete rosas vermelhas,um quilo de farinha branca,um vidro de mel de abelhas,um metro de morim vermelho,uma champanhe vermelha,uma vela de sete dias branca,um perfume,um baton vermelho,uma taça de vidro,um adorno(pulseira,anel,colar,etc.)e uma carteira de cigarros.Numa segunda feira,vá até o
cruzeiro de um cemitério.Estenda o pano vermelho bem próximo á cruz.Coloque a farinha no alguidá e misture um pouco de mel,até virar uma farofa úmida.Coloque o alguidá no centro do pano.Retire as pétalas de quatro rosas e cubra todo alguidá com elas.Abra a champanhe e sirva um pouco na taça,depois coloque as tres rosas dentro da garrafa(como se fosse num jarro).Acenda sete cigarros e coloque na borda do alguidá com a brasa para fora.Coloque as outras coisas em volta do alguidá.Acenda a vela e faça seus pedidos e seus agradecimentos.Com certeza ela estará lá para receber a oferenda.

quinta-feira, 26 de março de 2009

Perfumes atrativos de dona Padilha


Uma das diversas habilidades desta moça faceira,é o preparo de perfumes atrativos para homens e mulheres.Somente quem já experimentou uma dessas "essências mágicas",poderá dizer o efeito que elas causam.Mas,para que ninguem fique só na vontade,irei ensinar o passo á passo do preparo destes perfumes.Para atrir homens,voce vai precisar de:três rosas vermelhas,uma flor"dama da noite",setenta e sete gotas de champanhe,uma vela comum de duas cores:preta/vermelha,um vidro de um perfume de sua preferência,(menos alfazema)um pedaço de pano vermelho(virgem),o seu nome e data de nascimento escritos num pedaço de papel,um garfo de pomba-gira pequeno(comprado em casas de artigos religiosos)e uma vasilha de vidro virgem.Antes de começar,primeiro voce deverá tomar um banho e vestir uma roupa clara.Coloque o perfume na vasilha juntos com as gotas de champanhe.Depois,acenda a vela fora de sua casa(no quintal)e ofereça á Maria Padilha,pedindo á ela que todos os homens se encantem por voce no primeiro olhar.Caso voce more em apartamento,coloque a vela numa encruzilhada e faça o mesmo pedido.Depois disso,coloque as pétalas de todas as flores dentro da vasilha e esfregue bem até desmanchar as pétalas.Por último,enrole o garfo no papel com seu nome e coloque dentro da vasilha.Cubra com o pano vermelho e deixe por três dias sem ninguém tocar(nem mesmo voce).No quarto dia,retire o que restou das pétalas e coloque numa encruzilhada.Coloque o garfo e o papel em um vidrinho,em seguida despeje o perfume.Observe alguns detalhes:este perfume não poderá nunca ser usado antes das 18:00 hs;somente voce poderá usá-lo;ele só poderá ser feito numa segunda feira,após ás 21:00hs.Caso queira retirar o efeito deste perfume,basta fazer um banho com sete rosas brancas e banhar-se com ele da cabeça aos pés.Para meus leitores do sexo masculino,estarei em breve,ensinando um banho para atrair mulheres.Aguardem.Um grande abraço á todos e que Maria Padilha proteja á todos.

quinta-feira, 19 de março de 2009

Patuá da prosperidade


Apesar de ser famosa pela sua desenvoltura em fazer e desfazer qualquer trabalho,Maria Padilha é também exímia guardiã.Feliz daquela pessoa que tem a proteção desta moça tão ilustre.Nada como um patuá (espécie de amuleto),de dona Padilha para mantê-lo sob sua proteção.Para confecção deste patuá,voce vai precisar de um pedaço pequeno de pano preto e outro vermelho,três lentilhas,uma moeda corrente de qualquer valor,três pétalas de rosa vermelha e um garfo de pomba-gira bem pequeno(comprado em casas de artigos religiosos),tres rosas vermelhas,um papel pequeno com a oração abaixo escrita nele,um alguidá nº 01 e uma vela vermelha/preta de sete dias.Faça um pacotinho do tamanho da moeda com o pano preto.Deixe somente um lado aberto para colocar a moeda,as lentilhas,as pétalas,o garfo e a oração.Depois,passe o pano vermelho em volta e costure tudo junto.Depois de pronto,coloque no alguidá e cubra com as pétalas das rosas vermelhas.Acenda a vela e deixe lá por sete dias.Quando a vela terminar de queimar,o seu patuá estará pronto.Leve-o sempre junto de voce,mas lembre-se:ninguém poderá tocá-lo além de voce.Segue a oração á Maria Padilha:"Maria Padilha,moça do fogo e das almas,guardai cada dia de minha vida,ilumina todo caminho que eu for passar,me cubra com tua capa para que meus inimigos não me alcancem.Permita que eu enxergue com teus olhos todos os perigos eminetes e saiba me desvencilhar de todos eles.Que ao teu lado,eu não conheça jamais a derrota,a miséria e a morte prematura.Dai-me a vossa força para cumprir minha missão nesta existência e assim me redimir de todos os meus pecados.Seja enfim,Maria Padilha,minha preciosa guardiã".Obs:este alguidá não poderá ficar dentro de sua casa,voce terá que ter um quintal,e nele um local que seja seco e bem escondido,para que ninguém mexa.Desejo que Maria Padilha se torne sua guardiã,e te proteja sempre.

sábado, 14 de março de 2009

Cego de amor.......(para Thereza)



Se eu pudesse contar todas as artimanhas desta moça,por certo,ficaria anos escrevendo.Mas como meu tempo é reduzido,procuro mostrar aqui,os trabalhos mais procurados e com melhores resultados comprovados.Este caso era bastante parecido com o de uma amiga minha do RJ.Era uma moça que tinha uma pessoa,mas era como se não tivesse,o rapaz simplesmente não queria nada com nada.Segundo meu filho de santo que sempre acompanha dona Padilha á cafuá, ela fez o seguinte:pegou uma vela de sete dias preta/vermelha e mandou que a moça escrevesse o nome e a data de nascimento do rapaz na propria vela,do pavio para baixo.Em seguida,mandou que a moça escrevesse seu próprio nome num pedaço de fita vermelha,então,passou a fita em volta da vela,abaixo do pavio(como se estivesse colocando uma venda nos olhos).Depois colocou a vela dentro de uma vasilha funda,com uma mistura de mel e champanhe.Deixou a vela acesa e mergulhada até o meio nesta mistura por sete dias.Este processo foi repetido durante 21 dias.Sempre que a vela acabava,fazia o mesmo ritual.Depois da última vela acabar,o rapaz finalmente decidiu-se e passou á assumi-la como namorada dele.Hoje,quatro anos depois,eles estão casados,com um filho e á espera do segundo.Mais um final feliz graças á dona Padilha.Caso voce queira fazer este trabalho e não tenha uma cafúa,coloque a vela fora de sua casa(quintal),no chão,num lugar escondido, que não caia água.Alguma pessoas costumam colocar em baixo do tanque.Muito boa sorte.

terça-feira, 10 de março de 2009

Doce com mel...



Minha amiga Padilha tem vários segredinhos ótimos.Um dos meus prediletos é como fazer para deixar um inimigo bem mansinho,sem forças para fazer nada que nos prejudique.Se quizer colocar esse segredinho em prática,providencie um pouco de farinha de mandioca,um vidro de mel de abelhas,um alguidá de barro(comprado em casa de artigos religiosos)sete pimentas malaguetas grandes,sete papéis pequenos com o nome de seu inimigo.Coloque a farinha no alguidá(aproximadamente meio quilo).Despeje mel e misture bem,até virar uma farofa úmida.Deixe reservado.Depois,pegue cada pimenta e abra ao meio sem separar as partes.Coloque um papél em cada pimenta.Pegue um pouco da farofa e faça um bolinho bem apertado.Faça sete bolinhos do mesmo tamanho.Depois,coloque uma pimenta dentro de cada bolinho.Coloque todos os bolinhos no alguidá.Coloque o alguidá numa encruzilada.Isso só poderá ser feito numa segunda feira depois das 21:00hs.Isso não matará nem fará nenhum mal ao seu inimigo,apenas vai neutralizar a maldade dele contra voce.Palavra de Maria Padilha.

Dúvidas (para morena do Guarujá)



Gente,não imaginei que essa amarração de dona Padilha fosse deixar tantas dúvidas no ar.Mas tudo bem,vou tentar esclarecer todas as dúvidas chegadas á mim.Em primeiro lugar,se voce quiser amarrar um rapaz,o nome que vai dentro do coração será o seu,para que voce fique dentro do coração dele.Na fita que vai amarrar o coração será escrito o nome dele.Tanto faz escrever com lápis ou caneta.Todo trabalho feito com coração não poderá ser feito com coração que tenha sido congelado,ou mesmo resfriado.Voce precisará comprar uma galinha para retirar o coração e usá-lo sem congelar.Espero que todas as dúvidas tenham sido esclarecidas e que muito em breve esteja feliz ao lado de seu amor.Um grande abraço.

sexta-feira, 6 de março de 2009

Amarração de Maria Padilha


Entre todos os trabalhos realizados por esta moça,sinto-me na obrigação de tirar o chapéu para uma amarração em particular.Nunca vi algo com efeito tão rápido e eficáz.Tratava-se de um rapaz loucamente apaixonado por uma moça casada.Dentro de cinco dias,ela separou-se do marido e foi morar com o rapaz.Para essa amarração,foi usado o seguinte material:um alguidá número 4,sete rosas vermelhas,um coração de galinha,um pouco de mel,um pouco de champanhe,um pedaço de fita vermelha com o nome de quem deverá ser amarrado.Como foi feito:Primeiro foi aberto o coração da galinha ao meio.Colocou-se um papel pequeno com o nome do rapaz(que encomendou o trabalho) dentro dele e amarrado com a fita vermelha.Depois,o coração foi posto no alguidá e coberto com as pétalas das rosas.Por cima foi despejado a champanhe e em seguida o mel.Nunca em minha vida,vi uma amarração tão simples,fazer efeito tão rápido.Eta Padilha danada!!!

terça-feira, 3 de março de 2009

Esse eu aprendi com ela(Como tornar um homem impotente)


Linda como uma rosa,porém perigosa como um espinho.Essa é Maria Padilha.Pensando nisso,lembrei-me de um trabalho feito por ela algumas vezes.Por diversas vezes,encontrava na cafúa,(casa dos exùs),um ovo em seu assentamento.Não entendia bem do que se tratava.Até que um dia,um filho de santo me explicou.Aqueles ovos haviam sido preparados por ela para causar impotência em alguns homens.Fiquei morta de curiosidade e não descansei até aprender como ela fazia isso.Era tão simples.Se voce quer fazer isso á algum homem,pegue um ovo.Escreva o nome dele no ovo.Faça um furinho com cuidado e deixe que saia toda a clara.Deixe somente a gema.Coloque cachaça dentro do ovo e feche o buraco com pingos de vela preta.Caso voce não tenha acesso á nenhuma cafúa,enterre o ovo em qualquer lugar.Segundo as pessoas que encomendaram este trabalho,o efeito é terrível e irreverssível.Até a próxima.

segunda-feira, 2 de março de 2009

Mas,afinal,quem é Maria Padilha?


Se esta pergunta for feita para os frequentadores do nosso centro espírita,a resposta certamente será:"é aquela pomba gira que soluciona todos os problemas levados até ela".Mas se a pergunta for direcionada á mim,talvez não saiba o que dizer.Com certeza,passarão pela minha cabeça muitos fatos emocionantes relacionados á ela.Depois de trabalhar com esta entidade querida durante trinta e sete anos,torna-se difícil descrevê-la em poucas palavras,até porque Maria Padilha não me lembra palavras,me lembra atitudes.Particularmente,falo com mestria de Maria Padilha do Cruzeiro do Cemitério,moça faceira,vaidosa,com um temperamento forte,que esteve ao meu lado em todos os momentos de minha existência;que atendeu á uma infinidade de pessoas,solucionando todos os problemas á ela confiados.Uma moça que desencarnou ainda muito jovem,aos desenove anos,quando passou á trabalhar na falange de Maria Padilha.Hoje,tantos e tantos anos depois,tornou-se minha guardiã,á quem confio minha vida de olhos fechados.Depois do sucesso de meu blog feiticeira do Rio,senti-me no dever de criar um onde pudesse falar desta que foi minha grande professora.Quantos dos feitiços postados lá não saíram de suas mãos...,quantos fundamentos preciosos aprendi com ela.Sendo assim,se alguém me perguntar que é Maria Padilha,responderei sem titubear:"Maria Padilha é a minha vida".